sexta-feira, 23 de maio de 2008

Do Sonho para a Realidade

Olha, queres ouvir-me? Penso que tens um problema. Não! Não penso, tenho a certeza.
Dei voltas à cabeça e estive a pensar toda a noite. Cheguei a sonhar com isto, cheguei a acompanhar a melodia de uma harpa com estas palavras.
Acordei do sonho dizendo:

Penso que vives, mas não é verdade…
Vives pelos teus amigos, pela tua família, por aqueles de quem gostas – Mas já não vives!
Aproveitas os teus dias, escolhes a felicidade por entre o leque de momentos, lutas por algo melhor – Mas já não vives!
Dizes que fazes e fazes mesmo, dizes que sorris e não se vê outra coisa, tentas aproveitar tudo que achas de melhor para ti – Mas já não vives!
Procuras felicidade nos demais e dizes que amas os que te rodeiam – Mas já não amas!
Fazes tudo para ver alguém feliz, por dizer que é especial, que pertence a ti de qualquer forma – Mas já não amas!
Julgas que um dia virá aquele alguém especial, aquele alguém que te mereça, aquele que tu ames – Mas já não amas!
Destroçaram o teu coração e magoaram-te e isso impede-te de avançar – Estás a sofrer!
Invadiram a tua calma e tiraram o teu sono, acabaram com o teu maravilhoso sonho – Estás a sofrer!
Cortaram-te as asas e soldaram-te ao chão, impossibilitando que te libertasses dessa dor – Estás a sofrer!

Não sei a conclusão destas palavras, nem como acabou este sonho, isso não sou eu que o pode fazer, mas tu que o podes alterar.
Jovem poeta e escritor que sou, sonho momentos inexistentes, mas a realidade encontra-se aqui.
Pensa nisto!

1 comentários:

Puca disse...

Leio e releio x sem conta... e cada x mais m apercebo de que posso confirmar essas palavras... O final ainda faz parte de uma incógnita, mas acredito que me surpreenderá...

=)**********

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin

beruby.com, o portal que partilha os seus rendimentos

 
Design by Vitor Alves |*| Sente-te em casa!